Quinta, 23 de Maio de 2024
18°

Tempo limpo

Brasília, DF

Senado Federal Senado Federal

Comissão aprova mês nacional das Olimpíadas Científicas e do Conhecimento

A Comissão de Ciência e Tecnologia (CCT) aprovou nesta quarta-feira (24) o PL 3.650/2023 , que define julho como o Mês Nacional das Olimpíadas Cien...

24/04/2024 às 19h05
Por: Divino Candido Fonte: Agência Senado
Compartilhe:
Para Dueire, relator do projeto, medida contribui para reconhecer talentos e incentivar o interesse pelos estudos - Foto: Pedro França/Agência Senado
Para Dueire, relator do projeto, medida contribui para reconhecer talentos e incentivar o interesse pelos estudos - Foto: Pedro França/Agência Senado

A Comissão de Ciência e Tecnologia (CCT) aprovou nesta quarta-feira (24) o PL 3.650/2023 , que define julho como o Mês Nacional das Olimpíadas Científicas e do Conhecimento. Único projeto em caráter terminativo na pauta, se não houver requerimento para votação em Plenário, segue diretamente para a Câmara dos Deputados.

A proposta foi apresentada pelo senador Astronauta Marcos Pontes (PL-SP) para divulgar, popularizar e incentivar a participação dos alunos nesses eventos. “O que motiva cerca de 20 milhões de jovens em todo o Brasil a participarem, anualmente, dessas competições acadêmicas? (...) Os competidores têm a oportunidade de testarem seus conhecimentos, ao mesmo tempo em que reforçam sua paixão pela ciência e o gosto pelos estudos”, justificou.

Ele também explicou que o mês escolhido se refere a 20 de julho de 1981, quando o estudante Nicolau Corção Saldanha, com 17 anos de idade, conquistou a medalha de ouro para o Brasil na Olimpíada Internacional de Matemática, nos Estados Unidos.

“Este importante acontecimento inspirou e ainda inspira milhares de jovens a participarem das mais de oitenta competições atualmente existentes no Brasil”, acrescentou o senador paulista.

Jovens talentos

O relator da proposta, senador Fernando Dueire (MDB-PE), enfatizou que a iniciativa é fundamental para identificar, desenvolver e reconhecer jovens talentos em diversas áreas, além de aumentar o interesse pelo conhecimento.

“Ao despertar o interesse dos estudantes pela ciência e pela tecnologia, transforma vidas e abre portas para novas oportunidades, contribuindo para a formação de jovens talentos e para o desenvolvimento do país”, arrematou Dueire sobre a proposta.