(61) 3434-3406
Comunicação Digital do GDF faz imersão na Campus Party para se conectar ao público jovem

Comunicação Digital do GDF faz imersão na Campus Party para se conectar ao público jovem

Ação de produção de figurinhas para WhatsApp captou novas assinaturas no serviço de compartilhamento de mensagens oficiais do Executivo

A estudante de nutrição Clara Viana participou da fábrica de figurinhas do WhatsApp e aceitou receber notícias pelo aplicativo. Foto: Vinícius de Melo / Agência Brasília

A equipe de comunicação digital do Governo do Distrito Federal (GDF) quer levar informação pública de qualidade ao jovem brasiliense. O desafio é chegar até esse nicho que cresceu rodeado por tecnologia, mas tem pouco alcance nas redes do poder Executivo da capital. Para se conectar, o grupo fez uma imersão na Campus Party, o maior evento de hightec e inovação do Brasil. Desde a abertura, na quarta-feira (17), eles acampam no local, onde disponibilizaram uma fábrica de figurinhas de WhstasApp aos campuseiros. Como resultado preliminar, já existe 20% de retorno positivo em 200 produções.

100

É a média de produção diária de figurinhas na Campus Party

São produzidas, em média, 100 figurinhas diariamente. Na prática, a equipe digital tira, trata e elabora os chamados stickers que podem ser compartilhados livremente no aplicativo de mensagens. Os interessados preenchem uma ficha de inscrição, deixam nome, telefone e região de moradia para receberem o produto. Depois, são provocados: “para continuar recebendo informações do GDF, responda com SIM esta mensagem”. Até agora, 20% dos que receberam a mensagem responderam, com aprovação total.


Pela conta empresarial do WhatsApp do GDF são enviadas notícias com base na localização indicada pelo internauta, além do “GDF em 1 minuto”, um conteúdo exclusivo em vídeo com as principais notícias da semana. De 15 de março até 21 de junho, 3.363 pessoas tiveram acesso a essas informações. Até então, elas precisavam pedir ao governo para receber a interação. Na Campus Party, a narrativa é invertida.


“Para a equipe digital do GDF, a imersão é uma importante captação de dados. Hoje trabalhamos 100% de forma orgânica. A pessoa tem que se cadastrar, vir até nós. Agora a gente foi até eles para isso. Como governo, isso é um começo para se comunicar com um público jovem tão difícil de captar”, explica Vithor Crispim, assessor especial da Unidade Digital do GDF.


A iniciativa faz com que enxerguem o governo de uma forma diferente.

Vithor Crispim, assessor especial da Unidade Digital do GDF

De acordo com ele, a iniciativa permite que a equipe conheça as inovações e se comunique frente a frente com o público do evento, compartilhando a rotina deles e apresentando o que há de digital dentro do Executivo. “Faz com que enxerguem o governo de uma forma diferente.”


A estudante de nutrição Clara Viana, 25 anos, acompanhava as informações oficiais do governo pelo Instagram. Após participar da fábrica de figurinhas, agora também tem acesso aos conteúdos pelo WhatsApp. “Acho que usar de uma maneira mais brincalhona e divertida para se aproximar do público jovem é acertado. Geralmente a gente já pensa em governo como algo mais sério. Ter acesso a quem está por trás é interessante”, acredita a moradora da Candangolândia.


Da Vila Planalto, Danuta Ferreira também esteve na frente das câmeras que produziram figurinhas na Campus Party. A jornalista, de 35 anos, que tem acesso às notícias oficiais pela Agência Brasília e nas redes sociais, aprovou a ação da equipe digital. “Adorei a ideia, divertida e jovem. Acredito que esse tipo de ação é ótima para aproximação com o público jovem”, diz. Para ela, o uso de abordagem específica e a participação em eventos como este podem captar a atenção dessas pessoas.

Sem custos

Paco Britto visita bancada da comunicação digital do GDF na Campus Party. Foto: Vinícius de Melo / Agência Brasília

A imersão não onerou os cofres do GDF nem prejudicou as atividades tradicionais. Todo o conteúdo levado à população foi produzido de dentro do Estádio Nacional Mané Garrincha, onde a feira ocorre desde quarta-feira. A bancada ocupada pelo grupo foi visitada pelo vice-governador Paco Britto e pela primeira-dama Mayara Noronha.


Os produtos da Comunicação Digital incluem o “Podcast GDF – Boletim da Semana”, via Spotify, e o “GDF Responde”, com transmissões ao vivo com secretários do governo, além de projetos especiais como pequenos documentários e produtos compactos abordando histórias específicas envolvendo o Distrito Federal – como o executado para o aniversário de Brasília. Isso sem contar a atuação diária nas redes sociais Twitter, Facebook e Instagram.

Compartilhar

Comentários